O imperdível oásis no meio de Los Angeles

Para buscarmos o tempo da delicadeza, mais flores, por favor!

 

img_3948

Adoro encontrar oásis no meio das selvas de pedra e esse lugar (Exposition Park Rose Garden) é um dos segredos de Los Angeles. Pouca gente vai, mas está logo ali, bem no meio de vários museus, entre eles o de História Natural, California Science Center, African American Museum, o Parque Olímpico e em breve o Lucas Museum of Narrative Art. Então é tanta atração nesses quilômetros quadrados que esse jardim imenso passa despercebido! Confesso que só agora entrei e já me arrependi de não ter ido antes. Até tentei, mas ou não dava tempo ou estava fechado, já que durante o inverno não abre (a visitação é entre abril e novembro). É IN – CRÍ – VEL!!!! Uma paz, uma energia, um perfume!!

Esse jardinzão lindíssimo foi construído em 1928 e tem mais de duzentos tipos de rosas, de todas as cores que se possa imaginar, de tudo quanto é lugar do mundo. Agora, que já está começando o outono, não está suuuuper florido como fica no ápice da primavera, mas mesmo assim é maravilhoso. Não perco por nada de ir lá na próxima primavera.

Um refúgio cheiroso onde a maioria das companhias são borboletas e abelhas. Descobri que fazem casamentos nesses jardins e vários filmes e seriados já rodaram cenas aqui como Barrados no Baile e Pearl Harbor.

E o melhor, é de graça 🙂 Só o estacionamento é pago, 12 dólares.

Exposition Park Rose Garden 01 State Dr, Los Angeles, CA 90037

 

Anúncios

Pequenas e valiosas descobertas – aqui compartilhadas, de graça de presente!

Tudo vai passando pela gente e a gente vai passando por tudo sem notar as boas coisas da vida. Então resolvi toda semana fazer um balanço das pequenas descobertas do dia a dia que vieram pra ficar e estão agregando valor à vida. E como o melhor da existência é compartilhar coisa boa e o objetivo dessa passagem por aqui é ser feliz e evoluir, acho legal dar ideias para todo mundo e resolvi dividir algumas coisinhas que fiz ou estou fazendo, lendo, vendo, acessando e que acho que você pode gostar também.

Claro que têm coisas que talvez só tenha aqui nos Estados Unidos. Como estou há tanto tempo longe do Brasil – 9 anos!!! – adoraria saber como são as experiências de vocês por aí! Também compartilharei lugares novos que descobri por aqui, aí quem sabe quando você vir pra cá, vai adorar conhecer, que tal?

Então aqui vão elas:

1 – Adoro comer comida diferente, experimentar sabores de qualquer lugar da galáxia. Mas confesso que isso aqui fiquei com receio (urgh!!!): adoro comer alga e amo avelã. Mas juntos? Pois o marido resolveu comprar e eu provar!!! Gente, é MARAVILHOSO!!!
O produto é coreano e o nome aqui é Seaweed Crunch with Almonds. Crocante, sem adição de nada, incrível! Já está na lista dos snacks preferidos dos quais não vivo mais sem!

Este slideshow necessita de JavaScript.

2 – Procurei vários aplicativos de ginástica de graça – aqui nas academias não tem ninguém te orientando sobre séries de exercícios! Então uma amiga indicou esse da Nike, que estou amando!!! Ele traz séries de yoga, pra braço, perna, bunda e tudo mais!!!

Screen Shot 2018-09-17 at 2.47.43 PM

3 – Estou acordando mais cedo pra incrementar o ritual matinal e acrescentando algumas das ideias do livro O Milagre da Manhã (livro que li nesta semana). É algo para começar o dia com o desenvolvimento pessoal garantido, acho isso genial porque tira as desculpas que fatalmente aparecem depois. Quem estiver se sentindo meio desmotivado, sem energia e quer dar aquele up na vida, recomendo! Porque, meus queridos, canja de galinha e autoajuda não faz mal a ninguém…

IMG_3997

4 – Tem dias que realmente nessa jornada de ser mãe me sinto a mais iniciante possível. Pareço uma criança descobrindo um novo mundo. Semana passada foi só de emoção nos primeiros dias do Art na escola – nunca imaginei que o coração disparasse tanto quando a porta da escola se fecha e a gente fica do lado de fora. Mas isso é assunto pra um gigante e dedicado post. O que eu queria falar aqui são das descobertas desse universo: e hoje foi a vez de descobrir toda uma indústria de etiquetas laváveis pra colar na roupa da criança com o nome completo e número do telefone. Algo tão simples, que sei que deve existir há muitos anos, mas que no meu mundo começou a existir agora. Fiquei tão encantada (porque tava pensando em escrever com caneta o nome da criança nas roupas) e comecei a pesquisar. Descobri que crianças que se perderam na rua, no supermercado, na praia …já foram encontradas porque na roupa tinha na etiqueta o nome dela com o telefone dos pais!!! Gente, a coisa mais simples do universo, como nunca pensei nisso antes? E eu que já tava pensando em colocar um chip, coleira ou tornozeleira eletrônica agora posso resolver isso com uma etiquetinha!!! Genial! Tem até carimbo com tinta lavável!

Screen Shot 2018-09-17 at 2.13.24 PM

5 – Mais flores, por favor!!! Que energia linda que ganhamos delas!!! Estava há muito tempo querendo ir nesse jardim aqui em Los Angeles (Exposition Park Rose Garden) que fica no complexo de museus. Sempre que ia, ou era época de poda ou passava todo o tempo no museu e as rosas ficavam de lado… A tão esperada visita foi uma das melhores coisa desses últimos dias. Em breve conto os detalhes completos desse jardim imperdível. O lugar tem 28.000m2 e mais de 200 tipos de rosas! Encantador!

Quer mais? Curtiu? O que gostaria de ler por aqui? Escreva aí ❤

Um carrossel de emoções

IMG_2907

Muita gente quando ouve falar do Griffith Park logo pensa no Observatório, que é o ‘astro’ de tantos filmes de Hollywood. Claro que você lembra dele pelo menos em La La Land, mas o local é um dos lugares mais usados pra filmagens, aqui na terra do cinema. Porém, o observatório, assim como as outras dezenas (sim, dezenas de atrações do Griffith, vão ser assunto de outros posts. Hoje eu quero falar do Carrossel – Merry-Go-Round!

Não sei porque mas sempre me emociono na frente de um! Acho tão simples e tão singelo que vai direto ao mais puro significado da infância: de simplesmente se encantar com o rodopiar e do vento batendo no rosto.

Eu já sabia há um bom tempo da existência desse carrossel por causa de toda a história que o ronda, com o perdão do trocadilho. Quando fiz matéria sobre a vida de Walt Disney soube que ele teve a grande ideia pra construir o império Disneylândia olhando para esses cavalinhos.

IMG_2906

Walt frequentava o parque com as filhas e aqui sonhou acordado em fazer um parque no qual os adultos também pudessem se divertir e aí nasceu a Disneyland. Bom, isso é a história, inclusive pregada pelos pilares desse carrossel (foro aí em cima). Na Disneylândia da Califórnia está inclusive o banco que ele costuma sentar (matéria no final do post*).

Mas, poucos ainda falam do encanto desse carrossel já que os parques tão radicais ganham as manchetes. Ele fica dentro do Griffith, que é enorme. É preciso colocar o GPS pra encontrá-lo e não se perder. Foi construído em 1926, em San Diego, sendo que alguns dos cavalos tinham sido esculpidos em 1887. Em 1937 foi transferido para Los Angeles.

IMG_2987

E o que acho mais incrível e me emociona é como a simplicidade de cavalinhos que giram em círculo há tanto tempo divertem gerações e as unem numa ciranda cheia de sonhos.

Sentada aqui, viajei no tempo, nas gerações que já passaram por esses cavalinhos e simplesmente sorriram com o vento batendo no rosto ou experimentaram o medo pela primeira vez – Arthur ficou agarrado no colo do pai, morrendo de medo foi de charrete.

Ah, as sensações, não precisamos de montanha-russa que nos vire do avesso, uma simples girada nos leva à pureza que nos deixa igualzinha a uma criança. E nos deixa sonhar….

E como dizia Walt Disney, “Se você pode sonhar, você pode fazer”

Ele gira super rápido e a música é no último volume!

O ingresso custa 2 dólares.

Griffith Park Merry-Go-Round
4730 Crystal Springs Drive, Los Angeles, CA 90027

* Aqui está a matéria que eu fiz na Disneylândia, mostrando o banco 🙂

 

 

 

 

 

 

Pedalar, comer, ajudar o planeta!

IMG_6798.JPGEssa sorveteria foi um achado delicioso! Bem no centro de Los Angeles, me a chamou a atenção por causa da movimentação e do que parecia fugir de uma sorveteria tradicional. Entrei, tinha uma bicicleta bem no meio do espaço que não é tão, achei diferente e me parecia apenas uma bela decoração. Que nada! É das pedaladas dela, que está ligada a uma batedeira industrial que as gostosuras dão feitas! Uma engenhoca incrível que faz um sorvete maravilhoso.

Não são muitos sabores, cada vez que eu vou lá são sabores diferentes. O que acho ótimo, senão pediria sempre o mesmo.

100% da energia usada pra fazer sorvete vem das pedaladas, parte da renda vai para as causas ambientais.

Aqui tem uma matéria que fiz sobre o local e pra quem vem pra cá, vale muito a visita e fica pertinho da The Last Book Store.

Peddler’s Creamery

458 S. Main Street in Historic Downtown Los Angeles
Hours: Fri-Sat 12pm -11pm; Sun-Thur 12pm-10pm